CEO da Audi, Duesmann, na conferência climática de Berlim: “transição acelerada para e-mobilidade”.

A produção do modelo final de motor de combustão totalmente desenvolvido da Audi começará em apenas quatro anos. E a partir de 2026, a marca premium lançará apenas novos modelos no mercado global movidos exclusivamente a eletricidade. Como parte de seu realinhamento estratégico, a empresa está acelerando a transição para a e-mobilidade. O fabricante eliminará gradualmente a produção de motores de combustão interna até 2033. A Audi pretende atingir emissões líquidas zero até 2050, o mais tardar.

 

[…]