130 anos do PEUGEOT TYPE 3 e 80 anos do PEUGEOT VLV .

Entre os aniversários que se festejam em 2021 há dois modelos que, nas suas épocas, escreveram páginas importantes da vasta história de 211 anos da marca PEUGEOT: o PEUGEOT Type 3, viatura que foi entregue ao seu primeiro proprietário em outubro de 1891 e que, assim, completa 130 anos, e o PEUGEOT VLV, que viu a luz do dia em 1941

 

130 ANOS DO PEUGEOT TYPE 3

Este é “o primeiro automóvel entregue em França a um cliente particular”. Foi a 2 de outubro de 1891 que a PEUGEOT entregou o primeiro veículo de passageiros a um particular, o Sr. Poupardin. Residente em Dornach, o feliz proprietário havia encomendado o seu automóvel a 27 de agosto desse mesmo ano, um modelo de quatro lugares com um motor Daimler de 2 cv.

Depois de um teste realizado em 1889 com um veículo equipado com motor a vapor, Armand Peugeot produziu o seu primeiro automóvel movido a gasolina em 1890, conhecido como o Type 2. Em 1891, para apresentar o seu novo modelo, o Type 3 com quatro lugares Vis-à-Vis, teve a ideia de o fazer acompanhar a prova de ciclismo Paris-Brest-Paris, para beneficiar da publicidade em redor do evento.

De Valentigney a Paris e depois até Brest, bem como na viagem de regresso, o veículo percorreu 2.045 km, a uma velocidade média de 14,7 km/h, permitindo que milhares de franceses descobrissem, assim, o automóvel.

O PEUGEOT Type 3 foi fabricado de 1891 a 1894, numa produção total de 64 exemplares. Das suas características técnicas destacam-se um motor V2 com 565 cm3, potência de 2 cv e caixa de 4 velocidades.

Desde essa data de 1891 foram entregues quase 75 milhões de veículos PEUGEOT nos 160 países onde a marca está presente.

80 ANOS DO PEUGEOT VLV (“VEHICULE LEGER DE VILLE”)

Durante a Segunda Guerra Mundial, o racionamento de gasolina levou os fabricantes a procurarem fontes de energia alternativas. A PEUGEOT foi o único grande fabricante a interessar-se pelo modo de propulsão elétrico e causou sensação ao anunciar o lançamento do seu “VLV” elétrico.

Apresentado a 1 de maio de 1941 sob a forma de um pequeno descapotável com dois lugares, este veículo económico destinado ao uso citadino foi utilizado, em particular, por carteiros e médicos. Foram produzidas 377 unidades entre 1941 e 1943.

Características técnicas: motor elétrico com 3,3 cv alimentado por quatro baterias de 12 Volts; autonomia de 75 a 80 km; velocidade máxima: 36 km/h.

Se o mundo mudou significativamente em 211 anos, o ritmo de mudança acelerou consideravelmente na última década. A digitalização e a ultra-conectividade deram origem a novas formas de pensar, novos padrões de consumo e novas formas de mobilidade.

Media Stellantis