Vitória caseira da Audi na Fórmula E em Berlim.

 

Lucas di Grassi venceu a primeira das duas últimas corridas do Campeonato Mundial de Fórmula E em Berlim com o Audi e-tron FE07. Para a Audi Sport ABT Schaeffler já foi o terceiro triunfo na frente da torcida depois de 2018 e 2019.

 

O troféu para a equipe vencedora foi recebido por Julius Seebach, Diretor da Audi Sport GmbH e responsável pelo automobilismo na Audi. “Esta foi uma vitória importante na luta pelo título e um início fantástico para o fim de semana de Berlim. Estou muito orgulhoso de toda a equipe que apresentou um desempenho emocionante. ”

Audi e-tron FE07 #11 (Audi Sport ABT Schaeffler), Lucas di Grassi

Lucas di Grassi lançou as bases para a vitória no sábado já com um forte desempenho na qualificação. A partir do terceiro posto da grelha, o piloto da Audi colocou os dois carros DS Techeetah de Jean-Éric Vergne e António Félix da Costa, que largaram à sua frente, sob pressão desde o início. Ele ultrapassou os dois campeões da Fórmula E com movimentos determinados e então usou seu “Modo de Ataque” exatamente no momento certo.

Após 38 voltas, di Grassi cruzou a linha de chegada 0,141 segundos à frente de Edoardo Mortara no Venturi Mercedes EQ. “O primeiro treino livre na sexta-feira foi difícil”, disse di Grassi após sua décima segunda vitória na Fórmula E. “Mas a equipe fez um ótimo trabalho durante a noite. O carro estava fantástico hoje. Obrigado por isso! Depois que assumi a liderança, o importante era manter Edo atrás de mim. Não foi fácil e tive que lutar até a última curva, mas conseguimos. ”

Audi Media Center