Stock Car no Velocitta tem fim de semana de grandes mudanças na tabela. Barrichello e Zonta vencem

Só o líder continua o mesmo: Daniel Serra optou pela regularidade e somou pontos sempre entre os dez primeiros. Gabriel Casagrande subiu de quinto para a vice-liderança. Rubens Barrichello e Ricardo Zonta venceram no domingo

 

Rubens Barrichello e Ricardo Zonta terão de aumentar a estante de troféus em suas respectivas casas. Em dois dias na rodada válida pelas etapas de número 3 e 4 da temporada 2021 da Stock Car Pro Series, os dois experientes pilotos saíram do Velocitta, em Mogi Guaçu (SP), carregando o peso extra total de dez troféus.

Barrichello, que chegou ao Velocitta com apenas dois pontos no campeonato, somou 95 em todo o final de semana e subiu à sexta colocação na tabela, agora com 97. Ele venceu a Corrida 2 do sábado (19) após a punição dada a Lucas Foresti por uso indevido do push to pass; fez a pole na quarta etapa neste domingo (20), venceu a corrida 1 e foi segundo na corrida 2. Sozinho, Rubinho volta para casa com seis troféus no porta-malas – a pole position, a volta mais rápida da corrida e a maior pontuação da etapa também rendem troféus.

Ricardo Zonta juntou-se a Barrichello na briga da experiência contra a juventude após a vitória de Gabriel Casagrande na primeira corrida do fim de semana ainda no sábado. Ele fez a pole, um segundo e um terceiro lugar e neste domingo venceu a corrida 2 depois de ter sido décimo na primeira. Ele leva quatro troféus para Curitiba (PR), onde reside.

O domingo começou com Rubens Barrichello cravando a pole no classificatório e garantindo a vantagem de largar por dentro para a primeira corrida. O piloto do carro #111 se manteve na ponta durante toda a corrida e venceu a primeira prova válida pela quarta etapa do campeonato. Completaram o pódio Diego Nunes em segundo e Gabriel Casagrande em terceiro. Daniel Serra, Ricardo Maurício, Matías Rossi, Allam Khodair, Marcos Gomes, Guilherme Salas e Ricardo Zonta completaram os dez primeiros que inverteram as posições no grid para a largada da segunda prova.

Com a inversão, quem largou na frente foi Ricardo Zonta que foi o décimo colocado na primeira corrida. Também com o benefício de largar por dentro, o paranaense se manteve na ponta durante a maior parte da prova e assegurou a vitória. Rubens Barrichello em segundo e Cesar Ramos completaram o pódio tendo Gaetano di Mauro, Denis Navarro, Daniel Serra, Guilherme Salas, Allam Khodair, Diego Nunes e Matías Rossi fechando o top-10.

Mesmo fora do pódio, Daniel Serra conquistou um quarto e um sexto lugar, garantindo pontos que o mantiveram na liderança, agora com 131 pontos, 16 a mais que Gabriel Casagrande, que foi duas vezes ao pódio no final de semana com uma vitória e um terceiro lugar e torna-se, assim, o novo vice-líder da competição. Os 93 pontos somados por Ricardo Zonta no fim de semana o elevam à terceira posição da tabela com 113, um a mais que Cesar Ramos. Diego Nunes é o quinto com 106, seguido agora de Barrichello, que subiu da penúltima para a sexta posição no campeonato, agora com 97 pontos. Denis Navarro (96), Átila Abreu (88), Guilherme Salas (87) e Bruno Baptista (86) são os dez maiores pontuadores do campeonato no momento.

A próxima etapa da Stock Car Pro Series acontece no dia 11 de julho em Cascavel (PR).

A FRAS-LE e a FREMAX são as fornecedoras oficiais de pastilhas e discos de freio da categoria, respectivamente, e trabalham em conjunto com as todas as equipes do grid para assegurar o melhor desempenho, segurança, eficiência e confiabilidade. A Fremax é a fornecedora dos discos desde 2004 e a Fras-le, desde 2016.

Fala, piloto!
“Foi muito bom, foi especial. Não tem nem muitas palavras. O carro estava muito aqui e a gente espera que esteja desse jeito para as próximas”, disse Rubens Barrichello, que fechou o fim de semana com pole, vitórias e um segundo lugar”.
(Rubens Barrichello, Full Time Sports, Toyota Corolla #111)
Vencedor da Corrida 1

Fala, piloto!
“Eu nunca imaginei que estaria neste ‘old school’, eu me sinto jovem como quando eu comecei. Agora com mais experiência, motivação e ânimo… Com certeza, se você perguntar para o Rubinho ele também vai dizer que tem muita motivação para as corridas, para os eventos. Isso aqui para nós é gasolina no sangue”.
(Ricardo Zonta, RCM Motorsport, Toyota Corolla #10)
Vencedor da Corrida 2

Resultado extra-oficial da Corrida 1:
1º – Rubens Barrichello (Full Time Sports/Toyota Corolla) – 20 voltas
2º – Diego Nunes (Blau Motorsport/Chevrolet Cruze) – a 2s428
3º – Gabriel Casagrande (A. Mattheis-Vogel/Chevrolet Cruze) – a 4s094
4º – Daniel Serra (Eurofarma RC/Chevrolet Cruze) – a 5s135
5º – Ricardo Maurício (Eurofarma RC/Chevrolet Cruze) – a 13s058
6º = Matías Rossi (Full Time Sports/Toyota Corolla) – a 15s765
7º – Allam Khodair (Blau Motorsport/Chevrolet Cruze) – a 18s693
8º – Marcos Gomes (Cavaleiro Sports/Chevrolet Cruze) – a 20s823
9º – Guilherme Salas (KTF Sports/Chevrolet Cruze) – a 26s263
10º – Ricardo Zonta (RCM Motorsport/Toyota Corolla) – a 26s814
11º – Thiago Camilo (Ipiranga Racing/Toyota Corolla) – a 27s957
12º – Cacá Bueno (Crown Racing/Chevrolet Cruze) – a 38s944
13º – Cesar Ramos (Ipiranga Racing/Toyota Corolla) – a 39s548
14º – Átila Abreu (Shell V-Power/Chevrolet Cruze) – a 39s968
15º – Rafael Suzuki (Full Time Bassani/Toyota Corolla) – a 41s195
16º – Felipe Massa (Lubrax Podium/Chevrolet Cruze) – a 48s449
17º – Denis Navarro (Cavaleiro Sports/Chevrolet Cruze) – a 1min10s958
18º – Julio Campos (Lubrax Podium/Chevrolet Cruze) – a 1min27s892
19º – Galid Osman (Shell V-Power/Chevrolet Cruze) – a 1min33s687
20º – Gustavo Frigotto (RKL Competições/Chevrolet Cruze) – a 1min34s226
21º – Tony Kanaan (Full Time Bassani/Toyota Corolla) – a 1 volta
22º – Pedro Cardoso (KTF Racing/Chevrolet Cruze) – a 1 volta
23º – Nelson Piquet Jr. (MX Piquet Sports/Toyota Corolla) – a 1 volta
24º – Guga Lima (A. Mattheis-Vogel/Chevrolet Cruze) – a 1 volta
25º – Beto Monteiro (Crown Racing/Chevrolet Cruze) – a 1 volta
26º – Tuca Antoniazi (Hot Car/Chevrolet Cruze) – a 2 voltas
27º – Lucas Foresti (KTF Sports/Chevrolet Cruze) – a 3 voltas
Não completaram
28º Christian Hahn (Blau Motorsport II/Chevrolet Cruze)
29º Felipe Lapenna (Hot Car/Chevrolet Cruze)
30º Gaetano di Mauro (KTF Racing/Chevrolet Cruze)
31º Bruno Baptista (RCM Competições/Toyota Corolla)
VOLTA MAIS RÁPIDA: 1min33s014 por Rubens Barrichello

Resultado extra-oficial da Corrida 2:
1º – Ricardo Zonta (RCM Motorsport/Toyota Corolla) – 20 voltas
2º – Rubens Barrichello (Full Time Sports/Toyota Corolla) – a 4s189
3º – Cesar Ramos (Ipiranga Racing/Toyota Corolla) – a 5s399
4º – Gaetano di Mauro (KTF Racing/Chevrolet Cruze) – a 7s436
5º – Denis Navarro (Cavaleiro Sports/Chevrolet Cruze) – a 7s680
6º – Daniel Serra (Eurofarma RC/Chevrolet Cruze) – a 9s911
7º – Guilherme Salas (KTF Sports/Chevrolet Cruze) – a 11s136
8º – Allam Khodair (Blau Motorsport/Chevrolet Cruze) – a 13s624
9º – Diego Nunes (Blau Motorsport/Chevrolet Cruze) – a 14s183
10º – Matías Rossi (Full Time Sports/Toyota Corolla) – a 16s719
11º – Beto Monteiro (Crown Racing/Chevrolet Cruze) – a 17s288
12º – Pedro Cardoso (KTF Racing/Chevrolet Cruze) – a 17s870
13º – Guga Lima (A. Mattheis-Vogel/Chevrolet Cruze) – a 18s792
14º – Gabriel Casagrande (A. Mattheis-Vogel/Chevrolet Cruze) a 23s071
15º – Átila Abreu (Shell V-Power/Chevrolet Cruze) – a 24s206
16º – Felipe Massa (Lubrax Podium/Chevrolet Cruze) – a 24s581
17º – Ricardo Maurício (Eurofarma RC/Chevrolet Cruze) – a 27s633
18º – Galid Osman (Shell V-Power/Chevrolet Cruze) – a 30s488
19º – Marcos Gomes (Cavaleiro Sports/Chevrolet Cruze) – a 33s783
20º – Christian Hahn (Blau Motorsport II/Chevrolet Cruze) – a 45s379
21º – Rafael Suzuki (Full Time Bassani/Toyota Corolla) – a 1min14s645
22º – Tuca Antoniazi (Hot Car/Chevrolet Cruze) – a 2 voltas
Não completaram
23º Nelson Piquet Jr. (MX Piquet Sports/Toyota Corolla)
24º Thiago Camilo (Ipiranga Racing/Toyota Corolla)
25º Lucas Foresti (KTF Sports/Chevrolet Cruze)
26º Tony Kanaan (Full Time Bassani/Toyota Corolla)
27º Julio Campos (Lubrax Podium/Chevrolet Cruze)
28º Gustavo Frigotto (RKL Competições/Chevrolet Cruze)
29º Cacá Bueno (Crown Racing/Chevrolet Cruze)
30º Felipe Lapenna (Hot Car/Chevrolet Cruze)
VOLTA MAIS RÁPIDA: 1min33s765 por Lucas Foresti

Classificação extra-oficial do campeonato (Top-10)
1. Daniel Serra, 131 pontos
2. Gabriel Casagrande, 115
3. Ricardo Zonta, 113
4. Cesar Ramos, 112
5. Diego Nunes, 106
6. Rubens Barrichello, 97
7. Denis Navarro, 96
8. Átila Abreu, 88
9. Guilherme Salas, 87
10. Bruno Baptista, 86


Pilotos que já venceram em 2021
Goiânia: Daniel Serra e Ricardo Maurício
Interlagos: Gabriel Casagrande e António Félix da Costa
Velocitta: Gabriel Casagrande e Rubens Barrichello
Velocitta: Rubens Barrichello e Ricardo Zonta

Sobre a FRAS-LE:

No mercado há mais de 67 anos e uma das cinco maiores fabricantes mundiais de materiais de fricção, a Fras-le, que faz parte das Empresas Randon, é uma marca reconhecida globalmente. Com mais de 12 mil referências nas marcas FRAS-LE & Lonaflex, a empresa coloca ao alcance do consumidor uma linha completa de produtos de fricção da mais alta qualidade, desenvolvidos e testados em seu Centro de Pesquisa e Desenvolvimento, um dos mais bem equipados do mundo, que conta com laboratórios químico, físico, piloto e o Centro Tecnológico Randon, um centro de testes por excelência.

A empresa expandiu seu portfólio com a aquisição, em 2012, da Controil, que fabrica componentes para freios e embreagens e polímeros automotivos. Em 2018, mais 2.500 referências com a marca FREMAX foram incorporadas ao mix de produtos da FRAS-LE, com a aquisição da empresa, que produz discos, tambores de freios e cubos de roda.

Desde 2016, a Fras-le é a fornecedora oficial das pastilhas de freio dos carros da Stock Car, Stock Light e Mercedes-Benz Challenge. A FREMAX, desde 2004, também é a fornecedora oficial dos discos de freio da Stock Car, assim como das categorias Stock Light, Mercedes-Benz Challenge, Porsche GT3 Cup, Sprint Race e Old Stock

Recentemente, a FRAS-LE concluiu a aquisição da Nakata Automotiva que, dentre os principais itens estão amortecedores, terminais e barras de ligação e direção, pivô e bandejas de suspensão, juntas homocinéticas, componentes de eixos cardan e diferencial.

A Fras-le, seja através das suas aquisições ou no desenvolvimento de materiais mais inteligentes (mais leves, eficientes e com materiais primas mais sustentáveis) tem construído uma plataforma cada vez mais diversa, de itens fricção e não fricção, estando atenta aos movimentos e necessidades do mercado global.

 

Media Fras-le & Fremax Motorsport