Stock Car 2020.

Em mais uma final, Barrichello encara decisão como “corrida natural”. Piloto Mobil ALE Full Time Sports vai em busca de seu segundo título na principal categoria do automobilismo brasileiro

De suas oito temporadas na Stock Car, Rubens Barrichello chegou à metade delas lutando pelo título até a última etapa. Campeão em 2014 e vice-campeão em 2016, ele também brigou até o final na temporada 2019 e segue firme agora em 2020.

A decisão acontecerá neste domingo (13) no autódromo José Carlos Pace, em Interlagos (SP), pista tão emblemática na vida do piloto da equipe Mobil ALE Full Time Sports, que cresceu nos arredores do circuito.

Aos 48 anos, Barrichello é um exemplo de paixão incansável pelo automobilismo. O piloto do Corolla #111 está em quinto lugar na temporada, com 224 pontos. Em 2020, ele alcançou uma vitória e mais dois pódios, além de uma regularidade exemplar. Nas 17 provas da temporada, cruzou a linha de chegada em todas e só não marcou pontos em uma corrida.

Nestas oito temporadas completas na Stock Car, todas ao lado de Maurício Ferreira, chefe da equipe Full Time, Barrichello soma 14 vitórias, 37 pódios e nove pole position. O piloto também chega a Interlagos embalado por bons resultados na Super TC 2000 argentina, onde já conquistou duas vitórias. 

“Mais uma vez, chegamos à final brigando pelo campeonato. Felizmente, nos últimos anos, tem sido assim: com muita competitividade e vivo para poder brigar pelo título”, declarou Barrichello, que prefere encarar a decisão da mesma forma que as demais etapas.

“A final tem que ser tratada como uma corrida natural. Caso contrário, você se molda em cima da decisão e a sua cabeça parece que pesa. Temos de trabalhar para ter um final de semana muito competitivo para poder ganhar a prova. O resto, a combinação de resultados é o que tiver de ser e eu espero que seja para o nosso lado”, completou o piloto.

Numa das temporadas mais disputadas dos últimos anos, a principal categoria do automobilismo brasileiro chega a Interlagos com 11 pilotos com chances matemáticas de ficar com o título. Nas 17 provas de 2020, também houve 13 vencedores diferentes.

Os treinos em Interlagos terão início na sexta-feira (11). No sábado (12), o classificatório será realizado às 11h30 (ao vivo no SporTV 2). No domingo, a corrida única, com 40 minutos de duração, terá sua largada às 12h30, com transmissão da Band e SporTV 2.

Confira a programação para a decisão da Stock Car em Interlagos:

Sexta-feira, dia 11
13h05 às 14h15 – 1º Treino Livre

Sábado, dia 12
8h40 às 9h50 – 2º Treino Livre
11h30 – Classificatório

Domingo, dia 13
12h30 – Largada 12ª Etapa (40 minutos + 1 volta)

Classificação do campeonato, após 11 etapas, já com os descartes (Top-10):
1º – Thiago Camilo – 238 pontos
2º – Daniel Serra – 237
3º – Ricardo Maurício – 231
4º – Ricardo Zonta – 226
5º – Rubens Barrichello – 224
Gabriel Casagrande – 224
7º – Cesar Ramos – 203
8º – Allam Khodair – 195
9º – Guilherme Salas – 190
10º – Diego Nunes – 185

Texto e imagens: FGCom