Campeonato Brasileiro de Motocross 2020.

A Pro Tork comemorou a conquista de dois títulos no Campeonato Brasileiro de Motocross 2020, que teve sua final realizada entre sexta-feira (27) e domingo (29), na cidade de Apiaí (SP). Mari Balbi foi a grande vencedora da MXF, enquanto Gabi Andrigo levou a melhor na MX2JR.

Mari retornou à disputa após alguns anos afastada e provou que ainda é a melhor piloto entre as mulheres, garantindo a taça de maneira invicta. “Gostaria de agradecer a Deus, minha equipe, fãs, patrocinadores. Estou muito feliz de voltar a competir, não só pelo título, mas por todo o esforço”, disse a mineira.

Gabi ganhou as duas primeiras etapas do ano na MX2JR, abrindo vantagem, depois veio administrando, com um segundo e por último um quarto lugar, resultado suficiente para erguer o troféu. Ele também conseguiu se destacar na MX2, finalizando com a quinta colocação na tabela.

A maior fabricante de motopeças da América Latina ainda foi vice com Rodrigo Taborda na MX3, Willian Guimarães na MX4 e Alencar Krefta na MX5. Para completar, Fredy Spagnol foi o terceiro na MX2, Kevyn de Pinho o terceiro na 65cc, Gustavo Pessoa o quarto na MX Elite e na MX1, Otavio Pedro o quarto na MX2JR e Franco Lavecchia o quarto na MXJR.

Os pilotos Pro Tork têm o apoio da NOS Energy Drink e Sportbay.

Texto e imagens: Imprensa Pro Tork