Detalhes Sobre a Junta Homocinética Automotiva

dsc00537

Desconhecida por alguns, temida por outros, a transmissão de força do motor até as rodas depende também de um componente importante na transmissão de força. A junta homocinética permite o movimento rotativo que vem do motor em  ângulo até as rodas, mas requer cuidados na manutenção e direção preventiva.

O excesso de torque e o demasiado tranco de arrancada pode aos poucos reduzir a vida útil desse componente que tem importante função na transmissão.

dsc00536
[Vista lateral da homocinética com coifa]

A junta homocinética trabalha como um rolamento. Possui uma parte interna e outra externa que são separados por uma “gaiola” que tem a função de ser cede das esferas do rolamento junto à parte fixa do semi-eixos. Tanto a gaiola como a parte fixa do eixo possuem canais, por onde as esferas podem deslizar permitindo assim o movimento da parte externa da junta homocinética em vários ângulos e ainda rotacionando.

dsc00538
[Detalhe da gaiola e esferas]

Com esforços excessivos, principalmente em condições onde o “esterço” do volante está próximo ao máximo, o risco de quebras da junta homocinética é muito alto, pois o ângulo de saída é o mais divergente . Para tanto é necessário sempre uma condução econômica e defensiva que auxilia nesse cuidado e prevenção de quebra desse componente.

Texto e imagem: Gionei da Rocha