Sistema de Suspensão Automotiva

dsc05441

A Suspensão no automóvel é construída com vários componentes que integram um sistema muito eficiente para a geração de conforto, estabilidade e segurança na condução do automóvel.

No princípio dos automóveis a parte de suspensão praticamente não existia. Algumas molas do tipo “feixe de molas” ligavam os eixos à carroceria do veículo. Com o objetivo de gerar mais conforto aos ocupantes ante as vibrações das estradas. A suspensão não tinha a função de gerar estabilidade por que os automóveis não passavam dos 30 Km/h.
Com a evolução do automóvel no decorrer das décadas, estudos na parte de engenharia e materiais, o automóvel passou a ganhar grandes velocidades e as antigas molas não serviam como forma de absorver as saliências da pista de rolagem. E o que é pior, a mola, diante de tantas forças atuantes e sozinha no sistema, oscilava com seu efeito de ação e reação literalmente “chacoalhando” todo o veículo.

dsc05441
[Amortecedor dianteiro]

Foi necessário desenvolver um sistema que pudesse absorver as irregularidades da estrada, reduzir as vibrações e manter o carro o mais estável possível. Existem suspensões de diferentes configurações, cada tipo para cada automóvel. Os pioneiros desenvolveram as suspensões que até hoje são empregadas nos automóveis, como a suspensão “Mc Pherson” que equipa 85% dos automóveis. Outras configurações são utilizadas nos automóveis utilitários ou em super esportivos, sempre com o objetivo de garantir segurança e conforto ao usuário.

Texto e Imagem: Gionei da Rocha
Contribuiu com esta matéria: Deivis da Silva