2017 FIA Fórmula E Championship.

Postado em: 12/2017

Formula E, Hong Kong E-Prix 2017

Final de semana difícil para Lucas di Grassi em Hong Kong

A Fórmula E começou com uma divisão de forças bem mais equilibrada entre as equipes nesta temporada, em Hong Kong. Apesar de dispor de um carro veloz com sua pilotagem sempre técnica e precisa, não foi o final de semana esperado para o atual campeão da série. Lucas di Grassi dispôs de um bom equipamento na rodada dupla de abertura da categoria dos carros elétricos, contudo, dois problemas mecânicos impediram o piloto da Audi Sport ABT Schaeffler de lutar por vitórias e pódios nas duas corridas, que acabaram vencidas por Sam Bird, da DS Virgin no sábado, e por Felix Rosenqvist, da Mahindra neste domingo (3).

Formula E, Hong Kong E-Prix 2017

Largando da sexta posição na primeira corrida, o brasileiro se viu em duras batalhas por posição na porção da frente do pelotão, e um toque comprometeu a suspensão traseira direita e dificultou a dirigibilidade do Audi e-tron FE04, impossibilitando que Lucas lutasse por pontos.

“Não foi o melhor dia. Depois de um contato na relargada a minha suspensão traseira acabou quebrando e terminamos o dia sem pontos. Uma pena, porque o carro estava muito bom”, destacou.

Formula E, Hong Kong E-Prix 2017

No domingo, por não ter pontuado, Di Grassi partiu para a classificação no primeiro grupo de pilotos, quando a pista não está em suas condições ideais de aderência e, assim, o campeão da última temporada largou do 12º lugar.

Quando já ocupava a zona de pontos – acima da 10ª posição -, o carro de Lucas parou no meio da pista uma volta antes de sua parada programada. O brasileiro teve de perder tempo para reiniciar todo o sistema e fazer com que sua máquina voltasse a funcionar e, assim, ir até os boxes proceder com a troca obrigatória de carro. O tempo perdido, no entanto, afetou severamente a chance do atual campeão em somar pontos na abertura da temporada.

327788_754585_2__j6i4375

“Domingo foi mais uma corrida frustrante. Tivemos uma falha na bateria no  meio da prova e isso comprometeu um bom resultado, porque fizemos a melhor volta da prova e eu tinha o stint mais rápido. Entretanto, esse problema me fez perder um minuto tentando resetar todo o sistema. Então saímos de Hong Kong sem pontos, mas vamos lutar com todas as forças em Marrakesh na próxima etapa”, disse.

2017/2018 FIA Formula E Championship.

No resumo do brasileiro ficam as conclusões de que possui de fato um carro rápido e capaz de lutar por vitórias e de que os 40 dias de intervalo até a próxima etapa serão de bastante trabalho. O objetivo é transformar a frustração em desempenho real. “Final de semana muito frustrante. Duas quebras mecânicas: a suspensão no sábado e a bateria no domingo. Acabei perdendo algo entre 20 e 25 pontos que poderia levar no campeonato, mas a vida e as corridas são assim. Vamos manter a cabeça erguida e trabalhar duro. Na próxima etapa vamos lutar para tirar essa diferença”, concluiu.

P1 Media Relations
CLEBER BERNUCI, jornalista responsável.



Comentários (0) Abrir comentarios