Príncipe do Catar Fatura o Bicampeonato dos Carros no Dakar

Postado em: 01/2015

dakar15301_maragnired_17012015011700032

Buenos Aires (ARG) – A 37ª edição do Rally Dakar nos carros coroou neste sábado (17) o bicampeonato de Nasser Al-Attiyah.

Líder na classificação geral da categoria desde o segundo dia, o príncipe do Catar se impôs no percurso que teve como trajeto a Argentina, Chile e Bolívia e a finalizou sua participação, em Buenos Aires (ARG), com o lugar o mais alto do pódio.

“Estou muito feliz que ganhei o Dakar. Dominamos a corrida desde o início e fomos capazes de controlar todo o rali. Vim para o Dakar em forma, tanto física como mentalmente. Conseguimos fazer o nosso trabalho dia após dia. É fantástico. Agora quero ganhar ainda mais.”, afirma o bicampeão.

dakar15301_maragnired_16012015011600034

Após 14 dias de competição, Al-Attiyah e seu navegador, o francês Matthieu Baumel, completaram a aventura de nove mil quilômetros pela América do Sul com o tempo total de 40h32min25s. Com cinco vitórias em 13 etapas, eles terminaram 35min34s a frente da dupla segunda colocada do carro Toyota, formada por Giniel de Villiers (RSA) e Dirk Von Zitzewitz (ALE). O veículo Mini de Krzysztof Holowczyc (POL) e Xavier Panseri (FRA) ficou com o terceiro lugar, 1h32min01s atrás do campeão.

dakar1524_victoreleuterio_16012015120178

Norte-americano vence última etapa

O Buggy de Robby Gordon (USA) foi o mais rápido na última especial do Dakar 2015. Ele completou o trecho cronometrado de apenas 34 km, encurtado por causa do mau tempo, em 13min16s. O sul-africano Leeroy Poulter, da Toyota, ficou em segundo, 25 segundos atrás, e o argentino Emiliano Spataro, com o Renault, o terceiro, 29 segundos de diferença para o vencedor do dia.

Brasileiro termina Dakar

O estreante Eduardo Sachs concluiu a prova neste sábado na 17ª posição. O navegador brasileiro, que disputou a competição ao lado do piloto português Ricardo Leal, com um carro Nissan, ficou com o 25º lugar no acumulado.

VIPCOMM
Assessoria de Imprensa do Dakar no Brasil



Comentários (0) Abrir comentarios