2014 Blancpain Sprint Series

Postado em: 04/2014

221159_398082_carro_21

Sprint Series: Pódio escapa no final, mas Cacá Bueno e Jimenez saem de Nogaro em 3º no campeonato

Faltando dois minutos para o final da Corrida Principal, que encerrou nesta segunda-feira (dia 21) a rodada de abertura da temporada 2014 do Blancpain Sprint Series, o carioca Cacá Bueno ocupava a terceira posição com o BMW Z4 #0 do BMW Sports Team Brasil, equipe 100% nacional e patrocinada pelo Banco do Brasil. Mas, com o carro já desequilibrado pelo desgaste dos pneus, o piloto não conseguiu segurar os ataques dos adversários e terminou a prova em Nogaro (Fra) em quinto lugar no geral e quarto lugar na categoria Pro.

Com o resultado e o pódio conquistado na prova de domingo (20), Bueno e o companheiro Sérgio Jimenez deixam a pista em terceiro lugar no campeonato, com 16 pontos, em um início animador de temporada para o time patrocinado pelo Banco do Brasil.

221159_398082_carro_21

No outro carro do time brasileiro, Nelsinho Piquet e Matheus Stumpf fizeram um início de prova perfeito. O gaúcho Stumpf largou com o BMW Z4 #21 em 18º, ganhou sete posições e, com um excelente trabalho da equipe no pit stop, Nelsinho voltou para a pista em sétimo. Mas o pneu dianteiro direito foi novamente o “vilão” da dupla e furou após um toque sofrido por Nelsinho nas voltas finais. A dupla, que ontem teve o pneu furado no início da corrida, precisou parar nos boxes e completou a bateria em 15º (12º na categoria Pro).

A vitória nesta segunda ficou com a dupla Maximilian Buhk e Maximilian Gotz, da equipe HTP Motorsport, a bordo de uma Mercedes SLS AMG GT3. Eles lideram a temporada, com 27 pontos. O brasileiro Cesar Ramos, que largou na pole com o Audi da equipe WRT, abandonou ainda na largada, após ter a suspensão quebrada por um toque durante a volta de apresentação.

221159_398079_caca_jimenez

Ao contrário da Corrida Classificatória, a prova desta segunda-feira aconteceu no seco. Jimenez largou com o BMW Z4 #0 e assumiu a ponta. O piloto conseguiu suportar a pressão dos rivais, mas acabou ultrapassado e caiu para terceiro, posição que entregou o carro para Cacá logo que abriu a janela para o pit.

Com pneus novos, Bueno saiu rápido e conseguiu manter o terceiro posto. Mas, no final, com o carro já desequilibrado, acabou perdendo posições.

“Nosso carro não estava bom hoje. Esperávamos ser superados pelos Audis, mas não pela Mercedes. Resistimos bravamente o quanto pudemos. Paramos logo para a troca de pilotos, saí rápido com pneu zero, mas os pneus não aguentaram até o final e o carro ficou bastante desequilibrado. Quando o Audi chegou, faltando 1min40 para o final da prova, eu não tinha o que fazer. Forcei o ritmo, mas com o pneu gasto eu tinha pouca aderência e não conseguia frear direito e não deu para segurar. Quase beliscamos o pódio, mas no geral deu pra perceber que a temporada promete ser melhor e estamos evoluindo”, analisou Bueno.

221159_398081_comeco_da_prova

Texto e Imagens: FGCom

 



Comentários (0) Abrir comentarios