2013 Mundial de Motocross, Penha

Postado em: 05/2013

1018

Antonio Cairoli e Jeffrey Herlings vencem Mundial de Motocross no Beto Carrero World. A etapa foi realizada neste final de semana na pista do Parque. O melhor piloto brasileiro foi Thales Vilardi.

A etapa foi realizada nPelo segundo ano consecutivo, o Beto Carrero World, em Penha (SC), recebeu o Honda GP Brasil de Motocross. O evento, que foi valido pela sétima etapa do Mundial de MX1 e MX2, foi um espetáculo. Na pista, o italiano Antonio Cairoli e o holandês Jeffrey Herlings venceram a etapa e mostraram porque são considerados os principais nomes das categorias. Assim foi o evento, que contou com torcida, pilotos e imprensa de várias partes do mundo, arquibancadas e camarotes lotados, além de um público de 18 mil pessoas.

O dia também foi reservado para a Corrida dos Campeões, uma homenagem da Romagnolli Promoções e Eventos aos pilotos brasileiros que ajudaram a construir a história da modalidade no país. Além disso, o Honda GP Brasil de Motocross 2013 também ficou marcado pelo anúncio da volta do Motocross das Nações ao país. A “Copa do Mundo” da modalidade ocorrerá em 2017 no maior parque temático da América Latina.

1018

A Super Final da competição foi emocionante. O piloto da ICE1 Racing, Rui Gonçalves, fez o holeshot. No entanto, algumas curvas depois, foi ultrapassado por Kevin Strijbos, da Rockstar Energy Suzuki World MX1. Em 10º, Cairoli tentava se aproximar do pelotão de frente. Na terceira volta o italiano já era o segundo. A perseguição a Strijbos durou quatorze voltas. Com três para o fim, o italiano ultrapassou o ponteiro e venceu mais uma. O resultado o mantém tranquilamente em primeiro no campeonato com 330 pontos.

Melhor brasileiro da etapa. Até o momento, o brasileiro que ocupa a melhor colocação no Honda GP Brasil de Motocross é o piloto Thales Vilardi, da Equipe Honda Mobil de Motocross. A competição esquentou os pilotos Honda para a segunda etapa do Campeonato Brasileiro de Motocross, que será realizado em Três Lagoas (MS), no próximo final de semana (25 e 26).

1017

A última corrida do dia contou com 20 pilotos da MX1 e 20 da MX2. Com quedas de vários pilotos logo depois da largada, Paulo também caiu e Thales, perdeu um pouco de tempo. Mesmo assim, Thales manteve o ritmo, conseguiu ser o melhor brasileiro da bateria e ficou em 17º no somatório da etapa na categoria MX2. Adam Chatfield terminou em 15º o Honda GP Brasil de Motocross na MX1.

Thales Vilardi, MX2 – melhor brasileiro: “Consegui meu objetivo que era classificar para a Super Final e fiquei bastante feliz em ser o melhor brasileiro. Participar de uma prova com os melhores do mundo contribui para nossa evolução pessoal e também para o esporte nacional.”este final de semana na pista do Parque. O melhor piloto brasileiro foi Thales Vilardi.

Texto e Imagem: Comunicação e Imprensa Beto Carrero World



Comentários (0) Abrir comentarios