Sertões Começa Desafiando Pilotos e Máquinas

Postado em: 08/2012

167506_259813_201_rs12_gabrielbarbosa_011353_alta-1

Começou quente a 20ª edição do Rally dos Sertões. Motos, quadriciclos, UTVs e carros largaram na manhã deste domingo (19) saindo de São Luís com destino a Barreirinhas, no interior do Maranhão, em um total de 365 quilômetros (134 de deslocamento inicial, 176 de especial e 55 de deslocamento final).

Motos, quadriciclos e UTVs cumpriram todo o trecho, de muita areia e travessias de riacho. Os carros foram a quarta categoria a largar, já no início da tarde. Extra-oficialmente (os resultados serão confirmados ainda esta noite), a dupla formada por Guilherme Spinelli/Youssef Haddad venceu a primeira etapa com o Mitsubishi Lancer, tendo o BMW X3 de Riamburgo Ximenez/Flavio França em segundo lugar; Felipe Bibas/Emerson Cavassin, com o Protótipo Evoque, terminou em terceiro, com Stéphane Peterhansel/Jean-Paul Cottret em quarto com o Mini. Marcos Moraes/Fabio Pedroso fecham os cinco primeiros com o T-Rex.

167506_259813_201_rs12_gabrielbarbosa_011353_alta-1

A especial da primeira etapa entre os carros teve de ser encurtada. Por volta do quilômetro 266 do dia, o Mitsubishi Lancer de Guiga atolou em uma travessia de riacho. Os carros que vinham atrás não se arriscaram a tentar passar, enquanto outros também atolaram, mas em trechos anteriores.

Os pilotos entraram em contato com a direção de prova, que recomendou que retornassem ao ponto mais próximo para iniciar o deslocamento sem cronometragem para o parque de apoio em Barreirinhas. Os comissários da CBA se reuniram e a decisão foi a de fazer valer o dia até o quilômetro 223,17 do dia (último way point antes do primeiro trecho onde alguns pilotos atolaram) – que teria um total de 365. Assim, os tempos foram aferidos pelo equipamento de GPS de cada um dos carros. Até o fechamento deste comunicado, alguns carros ainda não haviam chegado ao parque de apoio, e por isso a cronometragem ainda aguarda para ter um completo relatório de tempos.

001

A ocasião fez também a direção de prova cancelar o primeiro dia da competição entre os caminhões. Assim, todos fizeram apenas o deslocamento até a cidade de destino. Nesta segunda-feira (20), os competidores enfrentarão a segunda etapa do Sertões, entre Barreirinhas e Bacabal, com 514 quilômetros totais e 148 de especial, percorrendo dunas na região dos Pequenos Lençóis Maranhenses.

167503_259805_107_rs12_marcelomaragni_010545_alta

Resumo da primeira etapa, com alterações (CARROS):
São Luís (MA) – Barreirinhas (MA)
Deslocamento inicial: 134 km
Especial: 89,17 km
Deslocamento final: 141,83 km
TOTAL: 365 km

Resultado EXTRA-OFICIAL da primeira etapa*:
1-) Guilherme Spinelli/Youssef Haddad (Mitsubishi Lancer) – 1h17min17s
2-) Riamburgo Ximenez/Flavio França (BMW X3) – 1h17min43s
3-) Felipe Bibas/Emerson Cavassin (Evoque Rally) – 1h19min05s
4-) Stéphane Peterhansel/Jean-Paul Cottret (Mini X-Raid) – 1h19min18s
5-) Marcos Moraes/Fabio Pedroso (T-Rex) – 1h20min48s
*Ao fechamento deste comunicado, a CBA ainda apurava os tempos dos carros que chegavam ao parque de apoio em Barreirinhas (MA). Nesta segunda-feira (20), os resultados serão oficializados

167128_259694_terpins_219_rs12_andrechaco_000830_alta

2ª etapa:
Barreirinhas (MA) – Bacabal (MA)
Deslocamento incial: 1 km
Especial: 148 km
Deslocamento final: 365 km
TOTAL: 514 km.

A 20ª edição do Rally dos Sertões tem o patrocínio master do Governo do Maranhão e Mitsubishi Motors; patrocínio Honda Motos, Cemar e Governo do Estado do Ceará; apoios Uracer, São Luís Shopping, Hotel Luzeiros, Volare e Tmar; organização Dunas Race; supervisão Confederação Brasileira de Automobilismo e Confederação Brasileira de Motociclismo.

Texto e Imagens: FGCom



Comentários (0) Abrir comentarios