Estado da Arte dos Clássicos Automotivos

Postado em: 03/2012

img_1337

A história do automóvel, o sonho de um homem, a afeição de sua família e a dedicação pelo ofício, são os elementos basais de um trabalho artesanal com o clássico automóvel. Na empresa RH restaurações as coexistências destes rudimentos criaram um verdadeiro ateliê, onde os clássicos automotivos ganham vida nova no mais puro estado da arte de sua concepção.

Tudo nasceu com a idéia de um homem, René Huewes, fundador da empresa RH Restaurações. Sua história com a mecânica começa na década de 60. Interessado em bicicletas, motores e motocicletas, Huewes desmontava conjuntos mecânicos motores e motrizes e realizava algumas adaptações, criando bicicletas motorizadas. Logo começou a trabalhar profissionalmente em oficinas mecânicas e com os automóveis de sua época. Paralelamente se aperfeiçoou na escola técnica SENAI, onde se tornou mecânico depois de 2 anos de curso.

René teve uma passagem por São Paulo, local em que se formou técnico têxtil e pode conviver com os mais sofisticados carros de sua época. Voltou para a cidade de Blumenau, em meados da década de 70, e após 20 anos de serviços prestados a uma multinacional americana e uma vasta experiência mundial com o setor metal-mecânico veio a aposentadoria. Huewes então pode colocar em um âmbito maior o sonho de criar o seu ateliê para restauração de carros antigos. Surgia então a RH Restaurações.

img_1337

Hoje, a RH Restaurações conta com um espaço totalmente moldado e focado na reforma e recuperação de carros antigos. René conta com seu braço direito na empresa, seu filho, Roger Huewes, que apresentou ao infomotor o ateliê e toda a sua história. Roger tem uma trajetória de vida muita ligada ao pai e ao mundo do automóvel. Desde cedo, certamente influenciado, despertou a paixão por carros, conciliando também sua profissão e seus estudos com o mundo automotor.

Antes de conhecer todo o ateliê Roger comentou de um segmento que começa a ganhar força no Brasil: o “Muscle Cars. Esta é uma categoria que merece uma atenção especial e está ganhando força a cada dia”, comenta Roger. “Os anos 70 trazem os carros mais robustos, fortes e grandes, padrão americano com fortes motores de oito cilindros”. Roger ainda relata que esses modelos podem ser facilmente customizados com equipamentos e acessórios modernos que colocam os usuários bem próximos as tecnologias atuais em um modelo clássico.

Roger nos explicou como todo o processo de restauração dos carros antigos acontece. Segundo ele, primeiramente a empresa fornece ao cliente uma gama de veículos no estoque, embora também, permita ao cliente trazer o veículo que deve ser restaurado, depois de uma criteriosa inspeção no sentido de verificar se o projeto é ou não viável.

img_1338

Depois dessa etapa o veículo passa por um processo de desmontagem total, deixando o carro somente na carroceria ou chassis. Dessa maneira, pode-se fazer um balanço das peças que devem ser restauradas ou substituídas. Nessa fase as peças a serem recuperadas serão submetidas a um tratamento. Jato de Granalha e aplicação de produtos anti-corrosivos são dados as peças, carroceria e chassis do automóvel em restauração.

Roger diz que faz questão do acompanhamento do cliente nas etapas de restauração e comenta: “A proximidade do cliente fideliza ainda mais o enlace de homem e automóvel e podemos prestar toda a atenção no que o cliente busca e quer para seu automóvel”. Para a RH restaurações o automóvel clássico antigo é uma obra de arte e o cliente é um dos dedos do escultor.

A funilaria é um dos pontos chaves e cruciais no resultado final de um automóvel restaurado. Para isso a empresa conta com um setor de funilaria com profissionais extremamente qualificados para essa função. Verdadeiros artesãos que recuperam as peças dos automóveis. Em um trabalho mais minucioso os profissionais pegam painéis de lata lisos e cortam, moldam, furam e lixam chegando ao estado de perfeição para encaixar com os outros painéis e dar a forma do veículo original.

img_1335

Além disso, o ambiente de trabalho da empresa propicia um espaço de qualidade com revestimento acústico e climatizado. Roger diz com bom humor e um brilho nos olhos: “Nosso colaborador precisa estar bem e confortável, dessa maneira esse estado de espírito será passado ao automóvel e o resultado é extremo em todos os aspectos. Além disso, não quero incomodar meus vizinhos, por isso isolamos acusticamente o ambiente”.

O clássico sobre rodas está agora pronto para ser pintado. Numa outra estrutura separada o automóvel é todo preparado para receber a pintura e Roger destaca a importância da preparação para recebê-la. Questionado sobre as técnicas e produtos utilizados, Roger responde: “Buscamos os melhores produtos do mercado para o manuseio e para a perfeita cobertura das imperfeições”. Roger salienta: “A técnica de pintura também é moderna, assim, podemos utilizar equipamentos que geram um resultado melhor do que as técnicas utilizadas na época do carro”.

gopr0132

Após a pintura, o automóvel segue por algumas etapas de acabamento, em que vai receber os conjuntos mecânicos, como o sistema de freio, a direção, a suspensão, o motor e a transmissão. A parte elétrica e tapeçaria também são feitos nessa etapa em um setor chamado de montagem. No fim, o carro está montado e precisa receber alguns ajustes antes de ser entregue. O resultado final é uma escultura sobre rodas. Nesse momento é compreensível como toda a dedicação, o trabalho artesanal, os detalhes e os cuidados realizados ao longo de toda a restauração implicam na mais perfeita forma, uma vez concebida pela indústria e agora restaurada no mais alto estado da arte por homens artesãos e apaixonados por aquilo que fazem.

Confira abaixo nosso vídeo que preparamos sobre a RH Restaurações;

Texto: Gionei da Rocha
Imagens: Alan Spring