2010 Mercedes-Benz SLS AMG GT3

Postado em: 04/2010

SLS 63 AMG

Fascinação Automotiva combinado com um design espetacular de corrida de carros – Este é o novo Mercedes-Benz SLS AMG GT3. Esta versão de corrida do modelo gullwing foi concebida como carro de esportes do cliente para competir em corridas de acordo com a regulamentação da FIA GT3 série.

Excelente movimentação dinâmica é assegurada por intransigente construção leve e alterações à suspensão, freios e aerodinâmica. Este modelo muito especial gullwing vai entregar sua “performance” de estréia na pista em 2011. A concepção purista e contornos de tirar o fôlego do modelo gullwing são efetivamente enfatizadas por modificações específicas para a carroçaria. Os novos componentes fabricados principalmente a partir de fibra de carbono são um testemunho inequívoco do desempenho de corrida, excelente e extenso trabalho de desenvolvimento aerodinâmico.

SLS 63 AMG

Na parte da frente do carro de corrida GT3 existe uma nova saia dianteira com entradas de ar maiores: a abertura larga abaixo da grade do radiador com uma característica da grande estrela da Mercedes. As duas entradas de ar abaixo dos faróis bi-xénon dispostos verticalmente têm a mesma função, arrefecer o poderoso motor desta máquina. Downforce no eixo dianteiro é fornecida por quatro “tiras” montadas externamente e divisor de eixo dianteiro em fibra de carbono: este combina com o revestimento liso underbody que termina com o difusor traseiro.

A tampa tem uma abertura central para dissipar o calor do motor. O ar quente é expelido em arcos das rodas de aberturas laterais nas asas dianteiras. Particularmente em policarbonato leve é usado o esmalte para janelas laterais e traseiras, e isso também está disponível para o pára-brisas.

SLS 63 AMG

As asas dianteiras e traseiras foram alargadas para dar espaço para os pneus de corrida de grande porte. Com uma largura de 1.990 milímetros, o corpo do GT3 é 50 milímetros mais largo do que o padrão SLS AMG. A nova face tem aberturas nas saias para refrigeração dos freios traseiros. O underbody liso é visível nas bordas inferiores da saias laterais. O tubo de enchimento padronizado para o sistema de fast-reabastecer é acomodado no pilar B. O tanque de combustível de 120 litros está centralmente localizado atrás do motorista.

SLS 63 AMG

Visto de traseira, o SLS AMG GT3 impressiona com a sua largura completa. A tampa da mala é encimado por um aerofólio de fibra de carbono traseiro largo, que têm vários ajustes e permite uma configuração perfeita para o tipo de pista em questão. A nova placa traseira possui duas aberturas destinadas à ventilação dos arcos das rodas traseiras. O difusor traseiro de fibra de carbono é outra característica atraente: como uma extensão para o underbody liso, que aumenta gradualmente na região do eixo traseiro e gera um downforce, graças à sua forma. A noção geral aerodinâmica da GT3 AMG SLS foi aperfeiçoado e concluído em túnel de vento e testes de pista.

Os escapamentos emitem um som emocionante e muito característico do AMG de oito cilindros. A luz de chuva prevista pelo livro de regras está integrado na tampa da mala – ela deve ficar permanentemente ligado, se as condições meteorológicas são ruins.

SLS 63 AMG

Como previsto pelas regras da FIA GT3, o motor AMG V8 de 6,3 litros é praticamente idêntico ao do modelo padrão. Graças ao seu baixo peso, a GT3 será facilmente o melhor aceleração já pendentes do modelo padrão – 3,8 segundos de zero a 100 km / h, dependendo da relação de transmissão final, a velocidade máxima será superior a 300 km / h.

O motor AMG V8 de 6,3 litros também tem um sistema de lubrificação por cárter seco no modelo de corrida. Utilizando bombas de vácuo e pressão, assim como um tanque de óleo externo, torna possível dispensar a um cárter convencional. Esta tecnologia garante a lubrificação do motor, mesmo sob as altas forças de aceleração lateral encontradas na pista.

SLS 63 AMG

Lubrificação por cárter seco também permite uma posição baixa instalado para o motor V8 – um dos destaques tecnológicos fundamentais do SLS AMG. Instalar o motor de oito cilindros na posição mais baixa possível, atrás do eixo dianteiro como um motor dianteiro média, e combiná-la com a transmissão em um arranjo transaxle, produzindo uma distribuição de peso muito favorável.

Ao contrário do modelo padrão, a força do motor na GT3 AMG SLS é transferida por uma transmissão de seis marchas seqüencial de corrida com engrenagem. Graças à sua construção compacta, esta transmissão tem vantagens em termos de tamanho – afinal, a versão GT3 tem uma distância menor do solo do que o modelo standard. O motorista muda as marchas usando duas pás de mudança no volante. A transmissão é diretamente montada no eixo traseiro, e ligado ao motor V8 via flexurally e rigidez torcional do tubo de torque. Em conjunto com o sysem, controle de tração, um diferencial de travamento multi-disco integrado na transmissão garante aceleração notável.

Muito poucas modificações foram necessárias para o desempenho da pista perfeita: a reduzida, suspensão de alumínio leve, com braços duplos é ideal para este tipo de aplicação. Vários ajustes permitem a melhor adaptação às características da pista pertinentes e as condições meteorológicas prevalecentes. Não só a mola do amortecedor e instalações, mas também a largura da faixa e da curvatura, a altura da suspensão e os estabilizadores nos eixos dianteiro e traseiro podem ser ajustados.

SLS 63 AMG

Todos os quatro discos de freio são ventilados, ranhurados e perfurados. Seis pistões calipers fixo na frente e quatro pistões calipers fixo na parte traseira em antracite com um logotipo AMG branco produzem um eficiente sistema de freio. Um anti-bloqueio de travagem com uma configuração especial de corrida é padrão.

As rodas de liga leve AMG do tamanho 12 x 18 polegadas (dianteira) e 13 x 18 polegadas (traseiro), com travamento central são calçadas com pneus de corrida em tamanho 287 x 682 milímetros (dianteiros) e 315 x 708 mm (traseiro). Dependendo das condições, untreaded slicks, pneus intermediários ou de chuva são usados.

Abrir as portas gullwing do SLS AMG GT3 revela um interior funcional, com uma atmosfera de carro de corrida. O condutor está sentado em um assento concha de corrida, a sua segurança garantida por um cinto de segurança de seis pontos e o sistema HANS (Head and Neck Support), que corrige o capacete em uma posição definida durante um acidente minimizando o risco de lesões.

SLS 63 AMG

Um volante de corrida com um diâmetro de 330 milímetros permite o controle do veículo perfeito. Graças à seção de abertura superior do aro, o motorista tem sempre uma visão clara da tela central. Isso o mantém informado sobre todos os parâmetros relevantes, tais como velocidade, rotação do motor, as temperaturas de funcionamento, os tempos de volta e as funções selecionadas. O volante também tem uma característica de bloqueio rápido que permite o acesso muito mais fácil no interior. Os comandos do volante permitem ao motorista ativar funções adicionais, como o link de rádio para os pits, farol pisca-pisca ou a função da bebida. Controles adicionais são montados no console central, por exemplo, o start / stop função para o motor V8 AMG, o sistema de controle de tração da engrenagem e o sistema integrado de extintor de incêndio. O controle de ajuste de equilíbrio do freio de é montado no túnel do tubo de torque.

SLS GT3

O novo SLS GT3 da AMG foi desenvolvido para cumprir as regras internacionais da FIA GT3 corrida, e tem o direito de tomar parte em todas as séries de corrida GT3 – o que naturalmente inclui a popular corrida de 24 horas de Spa-Francorchamps (Bélgica) ou o circuito de Nürburgring. Os clientes interessados podem requisitar o GT3 a partir do Outono de 2010, e a entrega acontecerá a tempo para o início da temporada de 2011. Homologação será concluída em março de 2011.

Texto: De Press Release Mercedes-Benz, traduzido por Gionei da Rocha com acréscimo de detalhes e explicações específicas do assunto.
Imagens: Copyright www.seriouswheels.com