Componentes do Sistema de Arrefecimento

Postado em: 05/2009

dsc04861

O sistema de arrefecimento é composto por algumas peças que fazem o papel de reduzir temperatura e fazer a troca de calor, contribuindo com a eficiência energética e redução do desgaste das peças móveis do motor.

O sistema é composto por algumas peças móveis agregadas ao motor e algumas peças, como bloco e cabeçote, que fazem parte do próprio estrutural do motor.
O sistema conta primeiramente com uma bomba de água que está alojada ao motor, no bloco, e funciona com o princípio de bombeamento.

dsc04861
[Bomba d'água]

A bomba d’água contém uma polia dentada que recebe o movimento da correia dentada para girar e em outra extremidade possui uma espécie de hélice que, ao girar, suga água do sistema e impulsiona para as galerias do bloco e cabeçote.

dsc04770
[Alojamento da bomba d'água e galeria de passagem]

A água por sua vez segue o caminho por dentro das galerias de água dentro do bloco e cabeçote. No bloco do motor a água passa ao lado dos cilindros com o objetivo de colher o calor para fazer a troca de temperatura com o meio externo. Este processo também acontece no cabeçote.

cabecote_92
[Galeria interna no cabeçote]

Ao atingir certa temperatura, próximo aos 100ºC, a água pode sair do motor em direção ao radiador, quem permite ou não esta passagem é a válvula termostática que se abre com uma alta temperatura e fecha com baixa temperatura da água.

dsc04844
[Válvula termostática]

O sistema ainda conta com mangueiras e tubulações para levar a água ao radiador. O radiador exerce sua função de fazer a troca de calor, deixando a temperatura da água mais baixa e contribuindo para o bom funcionamento do motor. Processo denominado arrefecimento.

dsc05255
[Mangueiras d'água]

radiador1

[Radiador de água, defletor de calor]

A água, além de ficar em todo o sistema, pode ser encontrada em um reservatório para suprir eventuais perdas por ebulição e garantir o perfeito funcionamento do sistema.

reseragua
[Reservatório de expansão de água]

A água do sistema de arrefecimento conta com a adição de um fluido a base de etileno glicol, cuja função, é de estabilizar o ponto de ebulição em temperaturas mais elevadas, em torno de 130ºC a 150ºC, e também, permitir o não congelamento da água em temperaturas abaixo de zero, até o valor de -50ºC.

Texto: Gionei da Rocha
Imagem: Gionei da Rocha e Alan Spring

Comentários(8) Abrir comentarios