Funcionamento do Sistema de Lubrificação

Postado em: 03/2009

imagem23

O sistema de lubrificação é um sistema muito importante para que o motor do automóvel funcione em um regime normal, com o rendimento e consumo desejado. Este sistema é o responsável pela preservação e vida útil dos componentes móveis do motor de combustão interna.

Basicamente o funcionamento do sistema é muito simples, partindo dos princípios da hidráulica, o sistema precisa fazer circular óleo em um circuito fechado e distribuir este lubrificante em todas as partes que estão gerando atrito e calor, e conseqüentemente o desgaste.
A bomba de óleo que recebe a rotação do motor começa a girar também, o óleo é sugado, através do pescador dentro do cárter, a bomba vaza o óleo pelo sistema onde encontra um circuito a sua frente e conseqüentemente o efeito da pressão começa a surgir. O óleo bombeado percorre uma galeria até encontrar uma válvula de alívio e entrar no filtro.
imagem2
[Engrenagens da bomba de óleo]

dsc04814
[Filtro de óleo do motor]

Depois de filtrado, o óleo é direcionado à uma galeria que distribuirá este lubrificante por todo o motor.

imagem23
[Flange com válvula de alívio para o filtro de óleo]

A bomba, que bombeia enquanto o motor estiver funcionando, impulsiona o óleo aos canais do virabrequim e mancais de apoio no bloco, assim como, os munhões e moentes que estão em contato com as bronzinas.

virabrequim_3
[Munhões e moentes do virabrequim]

O lubrificante continua um caminho paralelo aonde irá lubrificar, através de jatos de óleo, os cilindros e anéis. Outro caminho será dado ao óleo lubrificante para chegar até o cabeçote, que cumprirá seu papel de lubrificar o comando de válvulas, os mancais de apoio, os guias de válvulas, os tuchos e balancins.

comando_de_valvula_2
[Válvula de alívio do comando de válvulas]

Quando o óleo alcança todas as partes móveis do motor, lubrificando e contribuindo com todas as suas funções, ele retorna ao cárter por gravidade, depois de absorver o calor em volta dos cilindros e levá-lo ao cárter para ser dissipado o óleo do motor está pronto para começar o ciclo que, enquanto o motor funcionar, não termina, e o óleo sempre circula desempenhando suas funções.
A vida longa do motor, com alta quilometragem, o desgaste natural de alguns componentes vão contribuir para a perda de eficiência do sistema sendo, em alguns casos, necessária a substituição destas peças. A manutenção preventiva e a troca do óleo e filtro preservam a vida do motor e dos próprios componentes do sistema de lubrificação.

Texto: Gionei da Rocha
Imagem: Alan Spring



Comentários(2) Abrir comentarios