A Importância da Viscosidade de um Lubrificante Para o Motor

Postado em: 03/2009

lubrificante_11

Viscosidade é a resistência de um líquido ao escoamento. A viscosidade é a principal característica de um óleo lubrificante para o motor de um automóvel.

A viscosidade deve ser medida em equipamentos específicos (viscosímetro) e não nas pontas dos dedos, atitude de alguns profissionais de outra geração, onde se podia fazer tal experimento. Atualmente existe uma gama muito grande de diferentes produtos e composições no mercado não sendo possível a verificação da viscosidade sem instrumentos apropriados.
Na escolha de um óleo lubrificante para o motor, a viscosidade é um fator importante. Esta escolha é influenciada por diversas condições de aplicação. Vamos conhecer algumas.
lubrificante_11

Velocidade; quanto maior for a rotação do motor e conseqüentemente das peças móveis, menor deve ser a viscosidade, para facilitar o movimento e vice-versa.
Pressão; quanto maior for a carga no motor, maior deve ser a viscosidade, para poder suportá-la, e assim evitar o rompimento da película protetora formada por óleo nas peças em movimento.
Temperatura; a medida que a temperatura do óleo aumenta, ele se torna mais fino. Com a diminuição da temperatura, o óleo se torna mais grosso (mais viscoso). Para se ter uma lubrificação ideal e evitar o rompimento da película protetora nas peças, é necessário ter um óleo adequadamente viscoso em altas temperaturas, e menos viscoso em baixas de operação. Os lubrificantes multiviscosos têm essa propriedade, ajustando-se á temperatura de funcionamento do motor.
Folgas; menores folgas entre os conjuntos móveis exigem um óleo de menor viscosidade. Por isto os motores mais antigos tendem a usar óleos de maior viscosidade para preencher melhor estes espaços.
lubrificante_4

Acabamento; está muito ligado ao processo de fabricação das peças, fundição, usinagem e tratamento superficial ao material. As peças com melhor acabamento exigem óleos com menor viscosidade.

virabrequim_2

O estudo da viscosidade adequada a cada tipo de motor deve ser feito por técnicos especializados, já que certas situações solicitam óleos de alta e baixa viscosidade ao mesmo tempo, que é o caso da lubrificação de motores de combustão interna. O índice de viscosidade representa o comportamento da viscosidade do óleo ao variar a sua temperatura. Quanto mais alto é o índice, mais estável é sua viscosidade com a variação da temperatura, exemplo 15W-60.
O que significa a classificação SAE nos óleos lubrificantes automotivos? SAE- Sociedade Americana dos Engenheiros Automotivos, classifica os produtos pela viscosidade, classifica os óleos de motor de acordo com seu comportamento sob diferentes temperaturas: monoviscosos e multiviscosos.
O que significa a classificação API nos lubrificantes? API- Instituto Americano do Petróleo especifica o grau de desempenho, classifica os óleos de acordo com sua capacidade de proteger contra desgaste e formação de borra em condições mais ou menos severas de uso.
E a classificação ACEA, o que significa? ACEA- Associação dos Construtores Europeus de Automóveis criadas pelas montadoras européias, é dividida em 3 categorias, acea-a, acea-b e acea-e.

Texto: Gionei da Rocha
Imagem: Alan Spring

Comentários(9) Abrir comentarios